fbpx
Fique por dentro

Energia Solar auxilia na preservação de Aquíferos

By 12 de novembro de 2019 One Comment

A implantação de energia solar e eólica em parques está surgindo em todo os EUA para reduzir as emissões de carbono, mas essas energias renováveis ​​também têm outro efeito importante: manter mais água no solo.

Um novo estudo publicado na Nature Communications (você pode acessar o estudo no link no final deste artigo), liderado pela Universidade de Princeton, está entre os primeiros a mostrar que a energia solar e a eólica não apenas melhora a resiliência à seca, mas também ajuda na sustentabilidade das águas subterrâneas.

Usando a Califórnia como um estudo de caso, por ser propensa à seca, pesquisadores mostraram que o aumento da energia solar e eólica pode reduzir a dependência de energia hidrelétrica, especialmente durante períodos de seca. Consequentemente, isso poderia ajudar a desviar mais água da superfície da energia hidrelétrica para a irrigação, reduzindo assim a captação geral de água subterrânea.

Embora o escopo deste estudo se concentre nos Estados Unidos, a estrutura também pode ser aplicada internacionalmente, especialmente para os formuladores de políticas que trabalham para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, disse o principal autor Xiaogang He, que trabalhou no estudo como Ph.D.

“Tradicionalmente, o valor social da energia solar e eólica tem se concentrado principalmente na mitigação da poluição do ar e na redução de emissões de carbono”, disse He, professor assistente no departamento de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade Nacional de Cingapura. “No entanto, se olharmos para o problema de um ângulo diferente – como o nexo água-comida-energia -, nosso artigo identifica alguns efeitos não reconhecidos e subestimados que foram negligenciados em estudos anteriores”.

A equipe de pesquisa desenvolveu uma estrutura para quantificar como a energia solar e eólica poderia beneficiar a sustentabilidade das águas subterrâneas. Assim foi avaliada a quantidade de energia solar e eólica usada para maximizar a receita econômica ou como a energia solar e eólica pode garantir a recuperação das águas subterrâneas. Os pesquisadores usaram a estrutura para quantificar os caminhos ideais para maximizar a hidroeletricidade e a renda agrícola, evitando o esgotamento das águas subterrâneas.

He e seus colaboradores usaram a Califórnia como um estudo de caso, uma vez que é o maior produtor agrícola dos Estados Unidos. Além disso, a Califórnia sofreu uma das secas mais graves já registradas entre 2012 e 2017, o que serviu como catalisador para regular o uso irrestrito das águas subterrâneas. Ao mesmo tempo, a eletricidade solar e eólica começou a exceder a energia hidrelétrica no estado, graças aos preços mais baixos e aos subsídios do estado.

Embora o setor agrícola do estado ainda tenha conseguido ganhar US $ 47 bilhões durante esse tempo, confiando em grande parte em reservas de água subterrânea, essa estratégia é insustentável no futuro. Com mais secas projetadas para a Califórnia – juntamente com o aumento da demanda de água devido ao desenvolvimento socioeconômico -, isso sobrecarregará o armazenamento de águas subterrâneas.

A energia solar e eólica está ajudando, e continuará a fazê-lo, de acordo com os resultados obtidos pelos pesquisadores. O estudo sugere ainda que é benéfico implantar simultaneamente energia solar e eólica e impor regulamentos sobre o uso da água subterrânea. Quando essas duas políticas funcionam em conjunto, há um benefício geral aumentado.

“Nossos resultados também sugerem que os formuladores de políticas precisam levar em consideração as perspectivas de longo prazo do esgotamento das águas subterrâneas ao planejar a implantação de energia solar e eólica”, afirmou. “Se os aquíferos subterrâneos continuarem se esgotando no futuro, o valor agregado da implantação da energia solar e eólica diminuirá em grande parte”.

Ainda assim, os pesquisadores pedem cautela ao extrapolar essas descobertas para recomendações de políticas em menor escala. Eles enfatizam a modelagem integrada entre as disciplinas, o que pode ajudar a resolver os problemas entrelaçados relacionados à água, alimentos e energia.

O artigo “Energia solar e eólica melhora a resiliência à seca e a sustentabilidade das águas subterrâneas” foi publicado na Nature Communications em 6 de novembro. Além de He, Craft, Sheffield e Wood, os co-autores incluem Kairui Feng, Xiaoyuan Li, Yoshihide Wada e Peter Burek.

Parte da pesquisa foi desenvolvida no Programa de Verão para Jovens Cientistas do Instituto Internacional de Análise de Sistemas Aplicados em Laxenburg, na Áustria, com apoio financeiro da Organização Nacional dos Estados Unidos. Este material também foi baseado no trabalho apoiado por uma doação da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica e na Irmandade STEP-PEI em Princeton. Sheffield é apoiado por meio de dois projetos do Fundo de Pesquisa para Desafios Globais em Pesquisa e Inovação do Reino Unido (concessão nº NE / P021093 / 1 e concessão ES / P011373 / 1).

 

Por Kelsey Misbrener | 6 de novembro de 2019

em: https://www.solarpowerworldonline.com/2019/11/new-study-solar-wind-energy-drought-resilience/

Artigo original: https://rdcu.be/bWEKB

He, X., Feng, K., Li, X. et al. Solar and wind energy enhances drought resilience and groundwater sustainability. Nat Commun 10, 4893 (2019) doi:10.1038/s41467-019-12810-5

Foto nesta página do Blog: icon0.com no Pexels

 

Livre tradução J.S. marketing@spinsolar.com.br

 

 

 

 

 

One Comment

  • Like disse:

    Status Liker, Autoliker, Auto Liker, autolike, Auto Like, Photo Liker, auto like, ZFN Liker, Photo Auto Liker, Autolike, Status Auto Liker, auto liker, autoliker, Autolike International, Increase Likes, Working Auto Liker, Autoliker

Leave a Reply