Energia SolarFique por dentroFonte de EnergiaInovaçãoNovidades

O quão próximo estamos do fim da era dos combustíveis fósseis?

By 25 de agosto de 2020 No Comments

Estamos mais próximos do que ontem, isso é fato. Brincadeiras à parte, este assunto envolve questões políticas e econômicas de grande monta. Muitos países já anunciaram em acordos data para a proibição da venda de veículos movidos a diesel e gasolina. Alguns desses mesmos países tiveram que rever seus prognósticos e outros simplesmente retiraram sua assinatura desses acordos, como os EUA recentemente fizeram.

O Acordo de Paris, por exemplo, reconhece que o aquecimento global já é irreversível, por isso os signatários se conformam em limitar o aumento da temperatura até o final deste século em 1,5 a 2 graus Celsius acima dos valores médios de 1990. Essa é a margem para evitar as piores catástrofes climáticas.

A Comissão Europeia para assuntos climáticos defende, entre outros pontos, que 80% da eletricidade do continente provenha de energias renováveis em 2050, e também que sejam usadas ferramentas tributárias para combater as tecnologias mais sujas, tentando afastar os temores quando recorda em sua estratégia que é possível crescer economicamente e ao mesmo tempo reduzir as emissões de gases do efeito estufa.

Segundo os cálculos da Comissão, o PIB crescerá 2 pontos percentuais a mais com as políticas de descarbonização que permitirão zerar as emissões.

Neste contexto, a Irlanda anunciou o fim dos carros novos a gasolina em 2030 e este anúncio faz parte de um pacote de medidas para reduzir as emissões de dióxido de carbono geradas pelo país, que inclui também o fim dos plásticos de uso único e o uso de fontes de energia renováveis para 70 por cento da eletricidade consumida na capital Dublin. No que diz respeito aos automóveis, o governo irlandês reconheceu que as emissões de CO2 oriundas dos automóveis têm aumentado em relação à média europeia, e que a Irlanda está dependente de combustíveis fósseis em 85 por cento da sua produção de energia. No entanto, o país terá que ter emissões zero até 2050, de acordo com os objetivos do Estado.

O Reino Unido vai acelerando gradualmente na direção de outros países, anunciando que em 2040 quer banir a venda de veículos novos movidos a diesel ou gasolina.  a França já tinha feito a mesma promessa. A Índia quer se livrar dos motores a combustão dez anos antes, em 2030; na Noruega,a partir de 2025.

No Brasil existe um projeto de lei que tramita na Comissão de Meio Ambiente do Senado Federal, para que carros novos movidos a combustíveis fósseis deixem de ser vendidos no Brasil a partir do dia 1º de janeiro de 2030, e veículos a gasolina ou a diesel nem mesmo poderão circular no país a partir de 2040.

A humanidade precisa encontrar caminhos e alternativas aos combustíveis fósseis pois o petróleo, carvão e gás natural são recursos que a natureza dispõe mas que se esgotam, depois de séculos de consumo por um planeta inteiro.

A data certa de quando isso vai acontecer, ninguém sabe, mas diversos países já se deram conta que não há mais tempo a perder e estão investindo forte em energias renováveis, como a energia eólica e a energia solar, que se tornam cada vez mais atrativas ao público em geral.

Fontes: EL País, Motor24, G1, Olhar Digital.
Foto: Loïc Manegarium no Pexels

Leave a Reply